Dica de cinema: ‘Metalhead’ (Mudando o Destino)

A gelada Islândia é uma ilha vulcânica quase inabitável no Atlântico Norte, a meio caminho da Europa para o Canadá e Groenlândia. Sua população, rica e muito bem educada, é menor do que a da cidade paulista ardente de São José do Rio Preto.

Um dos maiores índices de desenvolvimento humano do planeta, a nação ainda concentra uma das maiores concentrações de bandas de rock e conjuntos de música erudita do mundo, e tudo isso com apenas 350 mil habitantes.

E é da Islândia que vem um longa-metragem que tem o heavy metal como pano de fundo. “Málmhaus”, de Ragnar Bragason, lançado em 2013, ganhou o título de “Metalhead”, em inglês, e “Mudando o Destino”, em português – uma versão com legendas em português está disponível no YouTube.

É um drama familiar onde uma adolescente cai de cabeça no rock e no metal extremo para superar uma tragédia, no interior desolado do país. O filme não consegue escapar de vários clichês – menina problemática, desajustada e incompreendida na comunidade pequena, preconceito por ser diferente, a indiferença inicial dos pais, incapazes de aceitar a tragédia, o padre moderninho e roqueiro (o filme se passa no comecinho dos anos 90), o momento grave da queima de uma igreja.

Em alguns momentos, entretanto, o roteiro e a direção conseguem imprimir uma suavidade e uma ternura raras. A trilha sonora é um deleite para a turma do metal, especialmente na cena final, embalada ao som de “Symphony of Destruction”, do Megadeth.

** Texto gentilmente cedido pelo site Combate Rock

Deixe uma resposta